Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Youtubeplay db0358e6953f0d0ec2cd240bca6403729d73b33e9afefb17dfb2ce9b7646370a
Em Goiás

Serra do Tombador é uma das mais belas paisagens do Cerrado

 

Serra do Tombador em Goiás é área protegida e preservada (Foto: Valéria Forner/ TG)

Uma existência, de fato, é muito curta para vislumbrar uma pequena parcela que seja das incontáveis paisagens do mundo. Repleto de janelas privilegiadas, o Brasil oferece uma vista sem igual da Serra do Tombador.

Em Goiás, um trecho dessa formação, cuja geologia se caracteriza por rochas do Grupo Araí, fica protegido em uma reserva. Na parte conservada, o Cerrado é semelhante à área da Serra da Mesa que não mais existe desde que foi transformada em reservatório para instalação de hidrelétrica de mesmo nome.

No município de Cavalcante, a Reserva Natural Serra do Tombador, propriedade da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, tem 8.902 hectares. A área foi adquirida em 2007 com contribuição financeira da The Nature Conservancy. Em 2010, obteve reconhecimento como Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

No território, chega-se, caminhando um pouco, a cachoeiras e à nascente do rio Conceição. Levantamentos preliminares realizados na área da reserva indicam 435 espécies vegetais, entre elas peroba-rosa, jequitibá, angico-verde, pau-santo, canela-rosa e coração-de-bugre. Das 228 espécies de aves, 15 são endêmicas do Cerrado e 2 de buritizais: o maracanã-do-buriti e o taperá-do-buriti. Até agora, foram registradas na reserva 46,9% das espécies de mamíferos de médio e grande portes descritas para o bioma.

Segundo o Zoneamento Geoambiental e Agroecológico do Estado de Goiás, estudo publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), “a geologia da região caracteriza-se pela presença de litologias do Grupo Araí com estruturas falhadas e dobradas, além de litótipos do Grupo Bambuí, Complexo Goiano, Grupo Araxá, Formação Ticunzal e rochas graníticas”. As rochas formadoras da região são muito antigas. Pesquisas indicam que o complexo granítico foi formado há pelo menos 2,5 bilhões de anos.

Seja qual for a estação do ano, bom motivo para despertar um pouco antes do sol, a fim de apreciar o contorno da Serra do Tombador, é saber que ali está um dos trechos preservados mais importantes do Cerrado brasileiro.

Fonte : G1

Categorias : Compartilhamento

Listar Todas Voltar